23/02/09

Passo já a informar que este post é a dois. As duas pessoas que nele contribuíram nem se conheceram pessoalmente, porém, certamente o achariam interessante na sua publicação. Vejamos. Um padre, um padre afirma que o pecado inicia quando damos a conhecer o prazer ao corpo. O princípio, do principio, é na infância, pelos rebuçados, depois "vêm os ovos com chouriço e depois as meninas decompostas pelas mini-saias". Ora foda-se, se assim progredimos na escala do pecado, o que será que acontece se a isto juntarmos os 3 estádios freudianos, (prazer em sugar, de defecar, e de friccionar os genitais), que acontecem desde os primeiro dias de vida? Estamos perdidos logo desde pequenos. No entanto, acrescente-se que, quem em pequeno aprender a arte de bem sugar, a arte de devidamente defecar e sobretudo de se auto-friccionar acrescida à teoria do padre na prova dos rebuçados será o mais belo contemplado pelos verdadeiros sabores do prazer.

3 comentários:

ribas disse...

OS SABORES DO PRAZER são para saborear enquanto podemos...esta vida é muito curta...

Luís P. disse...

Não seria capaz de o "postar" (como esta expressão me enerva!) melhor!!! Ha ha ha

P.S. Coitadinho do Sr. Padre! Se ele já julga que "ovos com chouriço" são pecado, a pobre alma vai ter um susto muuuuuiiitttooo grande quando descobrir o mundo...;)

pinguim disse...

Texto muito bom, deu-me um imenso prazer lê-lo...

ao lado